Movimentos sociais fazem 6º encontro em Belo Horizonte

O 6º Encontro de Movimentos Sociais de Minas Gerais começa na sexta, dia do trabalhador, 1º de maio, com o tema “Povo mineiro tem pressa de um projeto popular”, na Praça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Até domingo, 3, lideranças, militantes e entidades do movimento social e sindical estarão debatendo temas como o combate à terceirização, a reforma política e as reformas agrária e urbana.

A programação do 6º Encontro dos Movimentos Sociais começa cedo na Praça da Cemig, en Contagem, com a tradicional Missa do Trabalhador, às 7h30. A abertura oficial do 6º EMS será às 10h, com a presença de lideranças, parlamentares e militantes.

A participação da militância petista é imprescindível para construir ao lado de outras correntes progressistas, com movimentos do campo e da cidade, uma frente política e social para defesa da democracia, das pautas dos trabalhadores (as) e das reformas estruturais.

As inscrições estão sendo feitas somente pela internet aqui.

Acesse também a página do Encontro no facebook!

Dentro das atividades do Dia do Trabalhador, haverá atividades e atos em comemoração ao Dia do Trabalhador, na quinta, dia 30.

Confira abaixo a programação completa:

30 de abril – Quinta-feira

14h – Na cidade administrativa presidente Tancredo Neves Gramado, entre os prédios Minas e Gerais – Comemoração do dia do Trabalhador
19h – Debate sobre terceirização e PL 4330 promovido pela OAB e CUT (Faculdade de Direito da UFMG – Praça Afonso Arinos)

01 de maio – Sexta-feira

07:30h – Missa do trabalhador (Praça da Cemig em Contagem)
10h – Abertura do VI Encontro de Movimentos Sociais de Minas Gerais (Praça Assembleia Legislativa, onde ocorrerá todo encontro de 01 a 03 de maio)
10:30h – Formação de núcleos de organização do encontro
12:30h – Almoço
15h – Ato de rua
19h – Jantar
20h – Cultural

02 de maio – Sábado

7h – Café
8:30h – Elementos para conjuntura e orientação para trabalho em grupos
9h – Trabalho de grupo
12h – Almoço
14h – Oficinas

– Oficina 1 – Terceirização / PL 4330
– Oficina 2 – Petrobrás, pré sal e luta política
– Oficina 3 – Papa Francisco e os movimentos populares: terra, trabalho e moradia
– Oficina 4 – Luta pela educação e pelo Piso dos professores
– Oficina 5 – Reforma agrária
– Oficina 6 – Reforma urbana
– Oficina 7 – Constituinte para a reforma política
– Oficina 8 – Transmissão ao vivo
– Oficina 9 – Produção colaborativa de comunicação
– Oficina 10 – Estêncil
– Oficina 11 – Tarifa de energia
– Oficina 12 – Meio ambiente, água e mineração
– Oficina 13 – Democratização dos meios de comunicação
Além de outras 10 oficinas

17h – Plenária de síntese da conjuntura e calendário de lutas
19h – Jantar
20h – Cultural

Dia 03 de maio – Domingo

7h – Café
7:30h – Intervenção na cidade
10h – Plenária mulheres
12h – Almoço

 

Fonte: http://www.ptmg.org.br/movimentos-sociais-fazem-6o-encontro-em-belo-horizonte/#.VVJHv2COEW5

Discussion — No responses